Bebidas
site_sj18-02-22

fb_sj18-02-23

fb_sj18-02-20

fb_sj18-02-18

SANTA TERESA, A PRIMEIRA CIDADE FUNDADA POR IMIGRANTES ITALIANOS NO BRASIL.

 

Santa Jazz 2018 traz carta formada por vinhos italianos em homenagem à história do município.

No ano que em foi reconhecida oficialmente pelo Governo Federal como a primeira cidade do país fundada por imigrantes italianos, Santa Teresa tem muitos motivos a comemorar suas raízes. Em homenagem à tradição da cidade, que tem aproximadamente 90% da população de descendência italiana – segundo o Consulado Italiano no Espírito Santo -, a 7ª edição do Festival Internacional de Jazz & Bossa de Santa Teresa traz mais uma novidade: toda a carta de vinhos do evento será composta por rótulos italianos.

 

Histórico

Oficialmente, segundo o sociólogo italiano Renzo M. Grosselli, a imigração teve início no Brasil com a chegada do navio “Rivadávia”, que aportou em 31 de maio de 1875, com 150 famílias italianas, encaminhadas para Santa Leopoldina. Sessenta famílias seguiram para Timbuí, interior de Fundão, onde no dia 26 de junho de 1875 foram contempladas com lotes territoriais, fundando assim Santa Teresa em 26 de junho de 1875.

Os imigrantes que colonizaram a região tinham origem predominantemente das regiões de Trento, Veneto e Lombardia, todas localizadas no Norte da Itália. Os colonos se dedicaram à agricultura, tendo de início, além da cultura do café e cereais, realizado algumas experiências bem sucedidas, semelhantes às culturas do Trentino, tais como a videira e o bicho da seda.

A pequena vila rapidamente se desenvolveu e já em 22 de fevereiro de 1891 foi criado e instalado o município de Santa Teresa. Em 1895 foram criadas a Comarca e a Paróquia. Em 1995 foi desmembrado o Distrito de São Roque do Canaã, dando origem a um novo município. Com cerca de 40% de seu território coberto por Mata Atlântica preservada, a cidade, hoje, destaca-se ainda por ter uma das mais exuberantes biodiversidades do mundo.